Escolher revestimentos para casa pode ser desafiador, principalmente quando o material será instalado na área externa. Além de bonito, o piso ou revestimento devem oferecer uma ótima durabilidade e resistência, tanto em relação a impactos quanto a ação do tempo. Mas como escolher revestimento para a área externa?

Revestimento cimentício para área externaFonte: Itanhangá Pisos e Revestimentos.

O ideal é sair às compras e verificar quais revestimentos estão identificados como próprios para área externa. Ao prestar atenção nisso, logo eliminamos um monte de materiais que não teriam bom desempenho quando instalados em varandas, cozinhas externas, quintais, jardins, garagens, dentre outros espaços.

O problema de escolher um revestimento que não seja próprio para áreas externas é que ele costuma ser mais frágil, o que faz com que o material exija mais manutenção e dure menos, necessitando de muito mais atenção e troca precoce. E, ao revestir um espaço, a última coisa que desejamos é ter que refazer o trabalho em um curto período de tempo.

É importante estar atento ao local em que o revestimento será instalado, pois há materiais mais adequados para paredes e outros para o chão. É possível usar o revestimento de piso na parede, mas o contrário não é recomendável, pois o material poderá se degradar muito mais rápido.

Se você pretende revestir o piso da área externa, também não se esqueça de verificar se o material escolhido é antiderrapante. Molhar o chão da área é normal, até mesmo para limpezas, e para evitar acidentes um piso antiderrapante pode fazer toda a diferença. Principalmente em casas com crianças e idosos, dar preferência a pisos que não são escorregadios melhora a segurança da residência.

Revestimentos para área externa: como escolher

Fonte: Portodesign.

Uma forma de evitar que se acumule água no piso da área externa é optar por um pavimento drenante. Este material é completamente permeável, o que faz com que qualquer líquido que caia sobre ele seja imediatamente absorvido. É claro que, para que o pavimento drenante funcione corretamente, existe a necessidade de ligá-lo ao sistema de esgoto, para a água ter para onde ir.

Revestimentos cimentícios também podem ser instalados na área externa. Este tipo de material é fabricado com concreto de alto desempenho, o que faz com que sua resistência e durabilidade sejam enormes. Ele é naturalmente antiderrapante e não tende a absorver calor, o que faz com que seja uma ótima opção para ambientes externos.

Já os revestimentos cerâmicos são tradicionais em todos os ambientes, inclusive os externos. Devido a sua grande popularidade, é fácil encontrar este material com várias cores, desenhos e padronagens, dando mais personalidade à área externa da casa. Revestimentos cerâmicos de valor bem acessível são fáceis de encontrar, o que é ótimo para quem tem uma verba limitada.

Vale ressaltar que nem todo revestimento cerâmico é antiderrapante e muitos ficam extremamente escorregadios em contato com a água. Por isso, se você optar por um piso cerâmico para o chão da parte externa da casa, deve observar seu coeficiente de atrito (CA). Esse número indica o grau de aderência do material. Valores maiores que 0,4 são consideradas antiderrapantes.

Revestimentos para área externa

Fonte: Portodesign.

Outra opção comum de revestimento para ambientes externos são as pedras naturais. Nada melhor do que usar um material que já existe na natureza para complementar um espaço ao ar livre. Ardósia, granito, miracema, pedra de São Tomé, pedra moledo, dentre outros, são boas opões de revestimento para área externa que dão um toque mais natural ao espaço.

A madeira também é um revestimento relativamente comum em áreas externas, principalmente entorno de piscinas ou na construção de decks. Porém, vale lembrar que a madeira pode dar um pouco mais de trabalho que outros revestimentos, pois ela absorve líquidos com facilidade, o que acaba por degradá-la. Por isso, se você for usá-la, deve procurar um material tratado para estes fins.

Comentários

comentários